Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/28453
Título: O Plano Diretor e a metodologia do “Balanced Scorecard”: um estudo de possibilidades para o aperfeiçoamento da gestão orçamentária e financeira da Marinha do Brasil
Orientador(es): Moreira, Artur Luiz Santana
Autor(es): Campos, Luiz Henrique Ribeiro
Palavras-chave: Administração de empresas
Planejamento estratégico
Plano Diretor da Marinha (Brasil)
Estratégia militar
Gestão estratégica
Data do documento: 2012
Editor: EGN
Descrição: Monografia apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para conclusão do Curso de Política e Estratégia Marítimas.
Criado em 1963, o Plano Diretor (PD) é o instrumento de gestão orçamentária e financeira da Marinha do Brasil (MB), aplicado em todos os níveis administrativos da instituição, subordinado ao Plano Estratégico da Marinha (PEM), tendo como documentos condicionantes – dentre outras leis, normas e jurisprudências – a Estratégia Nacional de Defesa (END), a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e o Plano Plurianual (PPA) do governo federal. Estes três instrumentos baliza dores do PD, mais recentes, surgiram a partir dos anos 90, junto com os programas de gestão que visavam ao incremento da qualidade e da transparência na administração pública, adotados na MB com o intuito de manter a g estão institucional constantemente atualizada, acompanhando a evolução d e preceitos e sistemas, tanto na esfera pública quanto no meio privado, quando cabível. Em paralelo, o mundo conheceu os estudos de Kaplan e Norton – um acadêmico da universidade norte-americana de Harvard e um executivo e pesquisador, respectivamente – que criaram um novo modelo de medição de desempenho empresarial, mais tarde transformado em sistema de gestão estratégica, o Balanced Scorecard (BSC). O BSC propunha-se a orientar a condução de processos gerenciais vitais, ligados à tradução da estratégia empresarial em objetivos e medidas tangíveis, à adequada disseminação desses atributos, ao planejamento e alinhamento de metas e iniciativas organizacionais, e ao feedback e aprendizado estratégico. No escopo destes importantes conceitos, este trabalho se propõe a confrontar o PD e o BSC, quanto aos princípios da vinculação à estratégia, da transparência na comunicação e do planejamento estratégico de longo prazo, mormente nos aspectos li gados à gestão orçamentária e financeira, identificando perspectivas de aprimoramentos conceituais e processuais no Sistema do Plano Diretor (SPD). Para tal, iniciaremos abordando a evolução dos instrumentos de gestão pública, com enfoque na inserção da MB nesse contexto, em especial o aperfeiçoamento do Plano Diretor, cuja sistemática será apresentada nos seus principais aspectos, incluindo a necessária adequação do SPD ao PPA. Evidenciaremos os parâmetros mais importantes da metodologia do BSC, já buscando identificar as correlações com o orçamento e as possibilidades de aplicação no setor público, mormente as particularidades que possam ser relacionadas à MB e ao Plano Diretor. Ao final, buscaremos esclarecer em que medida as sistemáticas do BSC e do PD já se aproximam e de que modo ainda podemos extrair ensinamentos e sugestões do modelo de “cenários equilibrados” para melhor disseminar e, eventualmente, rever as bases do planejamento estratégico e sua repercussão na gestão orçamentária e financeira da Força, considerando a necessidade de fazer do princípio da “transparência pública”, ao invés de uma mera imposição legal, mais uma oportunidade de aproximação da MB com a sociedade e com o poder público – que já vem sendo alcançada, em grande parte, com a importância atribuída à comunicação social da Marinha – e de ampliação do patamar orçamentário e obtenção de parcerias e fontes alternativas de recursos.
Created in 1963, the “Plano Diretor” (PD) is the budgetary master plan of the Brazilian Navy, meant as an instrument of budget and finance management, applied to all administrative levels of the institution, subordinated to the Brazilian Navy Strategic Plan and connected to legal documents such as the Defense National Strategy, the Fiscal Responsibility Law and the Multiannual Plan (PPA) of the federal government, among other laws, rules and case laws. These three documents above the PD are more recent and emerged from the 90 ́s, along with management programs aimed at increasing the quality and transparency in public administration, also adopted at the Brazilian Navy in order to keep institutional management constantly updated, following the evolution of concept s and systems both in public and in private means, as appropriate. In parallel, the world knew the studies of Kaplan and Norton, a scholar of Harvard University and an executive and researcher, respectively, who created together a new model of business performance measurement, later turned into a strategic management system, the Balanced Scorecard (BSC). The BSC meant to guide the execution of critical management processes such as: the translation of business strategy into tangible objectives and measures, a proper dissemination of strategic attributes, planning and alignment of organizational goals and initiatives, and feedback mechanisms a ssociated to strategic learning. In the scope of these important concepts, this paper is intended to make a parallel between the PD and the BSC, comparing their commitment to institutional strategy, wide and correct communication and long-term strategic planning, particularly in terms of repercussion to the budget and finance management, in order to find ways to improve the PD system and its parameters. To this end, we will start addressing the evolution of the public management, focusing on the inclusion of the Brazilian Navy in this context, particularly the development of its budgetary master plan, the PD, to be presented in its main features, including the necessary adapta tion of the PD system to the PPA. In addition, we shall point the most important characteristics of the BSC methodology, yet seeking to identify correlations with budget subjects and the possibilities of its application in the public sector, especially what may be related to the Brazilian Navy and the PD. At the end, we will seek to clarify the extent to which BSC and the PD system are already approached and how to draw lessons and suggestio ns out of the balanced scorecards model, thus aiming a better dissemination of Brazilian Navy strategic planning, inside and outside the institution, and possibly offering some help to its own review process, with an emphasis on budget and finance manageme nt and the need to make "public transparency" means, rather than a mere statutory requirement, another opportunity either to approximate the Brazilian Navy to its external stakeholders, which is already being reached, somehow, with the importance Brazilian Navy has been giving to its communication branch, as, on the other hand, to get an increase on the level of budget allocations and also find partnerships and alternative funding sources.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000005/000005ba.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/28453
Aparece nas coleções:Administração: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso
Defesa Nacional: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000005ba.pdf1,91 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.