Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/29724
Título: A função logística suprimento na MINUSTAH:a necessidade de integrar o GptOpFuzNav-HAITI ao SINGRA/Carlos Weizel de Fontoura Barreto Junior; orientador: Haroldo Cavalcante da Silveira
Orientador(es): Silveira, Haroldo Cavalcante Da Orientador
Autor(es): Barreto Junior, Carlos Weizel de Fontoura
Palavras-chave: assuntos militares em geral
ciência militar
355
T13 - LOGÍSTICA MILITAR NAVAL (DGPM-305)
Operação da paz Haiti
Fuzileiros navais
Logística - abastecimento militar
Sistemas de informação
Data do documento: 2011
Editor: Rio de Janeiro:EGN,
Descrição: EGN:Monografia apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para conclusão do Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores - C-EMOS.
O Brasil, em sua ascenção no cenário internacional, coerente com os valores estabelecidos em sua Constituição e , recentemente, com a promulgação de sua Estratégia Nacional de Defesa, determina à Marinha do Brasil o aprestamento da tropa expedicionária do p aís: os Fuzileir os Navais. Como parte do emprego de tropas sob a égide das Nações Unidas, no contexto de uma Operaç ão de Paz de terceira geração, a MB mantém , desde 2004, um contingente desdobrado na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH). O reg ime de reembolso “Wet - Lease”, acordado pelo Brasil , implica , para o país contribuinte (TCC), n a responsabilidade pelo ressuprimento dos seus contingentes militares com sobressalentes, munição, material de saúde, elétrico e hidráulico para execução de peque nos reparos. O gerenciamento da função logística Suprimento é crític o uma vez que esse contingente integra uma missão conjunta com o Exército Brasileiro , sob o controle do Ministério da Defesa e , em uma Área de Operações adversa, coexistem a logística do T CC e a logística da ONU . Estes fatos exig e m desses sistemas logísticos soluções - limite face aos problemas logísticos enfrentados. A função logística Suprimento, em cada um desses sistemas de apoio logístico, pos sui características próprias: a da ONU é tot almente apoiad a em ferramenta de T ecnologia da I nformação (TI) , com o emprego do sistema MERCURY ; a M B utiliza um sistema misto por meio de mensagens e a ferramenta Sistema de Informações Gerenciais do Abastecimento ( SINGRA ) ; e o E B opera por meio de exped ientes físicos. As condições extremas , vivenciadas durante os grandes enfrentamentos contra f orças a dversas , ou após as grandes catástrofes climáticas , respaldam a conclusão de que o gerenciamento eficaz e eficiente do Suprimento é dependente de uma experi mentada doutrina e do apoio de uma ferramenta de TI vocacionada para este fim como é , no caso da Marinha , o SINGRA.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00000c/00000c4e.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/29724
Aparece nas coleções:Defesa Nacional: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso
Estudos Militares: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
00000c4e.pdf2,38 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.