Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/451170
Título: Sistemas Cibernéticos na MB desafios e perspectivas: sistemas cibernéticos de comando e controle da MB: estruturação para as demandas do século XXI
Orientador(es): Roth, Luiz Carlos de Carvalho
Autor(es): Manso, Rogério Corrêa
Palavras-chave: Cibernética
Comando e controle
Data do documento: 2013
Editor: Escola de Guerra Naval
Descrição: O trabalho é uma análise de situação que provê sugestões para reestruturação dos sistemas de Comando e Controle (C2) da Marinha de forma a adaptar a Força ao cenário cibernético de combate do século XXI vislumbrado por documentos estratégicos brasileiros. Neste ponto, o Plano Estratégico da Marinha e a Política Cibernética de Defesa são analisados para obter as características funcionais demandadas dos sistemas de C2. Considerando a importância da interoperabilidade entre sistemas apresentada no resultado do trabalho, os principais conceitos teóricos do assunto são enunciados. Modelos de maturidade de interoperabilidade são abordados onde se destaca um modelo namibiano que, pela abrangência e praticidade de aplicação, é considerado como de grande utilidade. Características funcionais são transformadas em características técnicas com emprego de conceitos de arquitetura baseada em componente (CBA), arquitetura orientada a serviço (SOA) e modelos de referência técnica para estruturação de sistemas de C2. Sobre as características técnicas são elaboradas 27 sugestões abrangendo regulações, infraestruturas de comunicação, de computação, de serviços corporativos centrais (CES), sistemas legados e novos sistemas. Dentre as sugestões são apresentadas recomendações específicas para o Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz), Sistema Naval de Comando e Controle (SISNC2) e Sistema de Informações sobre o Trafego Marítimo (SISTRAM).
Abstract: The paper is a situation analysis that provides suggestions for restructuring Brazilian Navy' Command and Control (C2) systems in order to adapt the Force to the combat cyber scenario of 21st century, envisioned by Brazilian defense strategic documents. At this point, the Navy Strategic Plan and Defense Cyber Policy are analyzed to obtain the functional requirements demanded from C2 systems. Considering the importance of system interoperability presented among results, the main theoretical concepts of the subject are depicted. Interoperability maturity models are discussed, where a Namibian model is highlighted as very useful due to its wide scope and practical application. Functional requirements are transformed into technical requirements applying concepts of Component-Based Architecture (CBA), Service-Oriented Architecture (SOA) and technical reference models for structuring C2 systems. Based on technical requirements, 27 suggestions are issued covering regulations, communication, computing, and Core Enterprise Services (CES) infrastructures, legacy systems and new systems. Among the suggestions there are specific recommendations for the following Brazilian systems: "Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul" (SisGAAz), "Sistema Naval de Comando e Controle" (SISNC2) and "Sistema de Informações sobre o Trafego Marítimo" (SISTRAM).
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000001/00000124.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/451170
Aparece nas coleções:Tecnologia da Informação: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
00000124.pdf1,24 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.