Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/25954
Título: O submarino nuclear brasileiro: política externa, defesa e percepções internacionais à luz do realismo defensivo (2008 -2012)
Orientador(es): Coutinho, Marcelo James Vasconcelos
Autor(es): Braga, Patrícia de Andrade Ferreira
Palavras-chave: Submarinos nucleares
Política de defesa - Brasil
Política Externa Brasileira
Submarino nuclear
Data do documento: 2015
Editor: Universidade Cândido Mendes (UCM)
Descrição: O presente trabalho tem como objetivo realizar a aplicação da abordagem teórica do Realismo Defensivo de Charles Glaser ao Programa de Desenvolvimento do Submarino de Propulsão Nuclear Brasileiro. O que se pretende analisar é se a percepção gerada pelo Programa na Argentina estava de acordo com a posição security seekerdo Brasil nas relações internacionais ou se gerou uma percepção de um greedy state,uma má percepção. A abordagem teórica apresenta o Realismo Defensivo de Glaser em comparação com outras teorias de modo a esclarecer a sua peculiaridade ao utilizar uma variável construtivista, a informação e os conceitos utilizados pelo autor. Como é um tema que aborda a Política Externa Brasileira considerando aspectos de defesa e dissuasão, propõe-se a aproximação dos dois estudos. Apresenta-se o histórico das relações exteriores voltadas para o desenvolvimento da iniciativa nuclear para o submarino de propulsão nuclear e a institucionalização da Defesa no Brasil. As relações Brasil e Argentina são apresentadas historicamente para mostrar a rivalidade anterior à parceria estabelecida com a Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais Nucleares (ABACC) que demonstravam uma má percepção. Em sequencia aprofunda-se a pesquisa sobre as percepções nos dias atuais através de fontes oficiais, militares, acadêmicas e opinião pública com o objetivo de averiguar a percepção gerada pelo programa no Estado Argentino.
Abstract: The primary goal of this study is to apply Charles Glaser's Defensive Realism to Brazilian Nuclear Propulsion Program for Submarines. This study aims to analyse the perceptions caused by the Program in Argentina.The proposal is to analyze whether theperception generated by this program in Argentina corresponds to the brazilian international attitude as a security seeker or if it generated the perception of a greedy state, a misperception.The first part of this study will explain the theorethical choice, Glaser ́s Defensive Realism, comparing with other theories in international relations field of study, using the theory's concepts explaining it. This theory is justified because it ́s the first time realism uses a constructivist variable: information. As the subject involves Brazilian Foreign Policy related to defense and dissuasion aspects, it propose to join both in a new field of study. The text continue with a brief history of Brazilian Foreing Policy related to the development of nuclear features for the nuclear propulsion submarine and the recent defense's institutionalization in Brazil.It also presents the history of the relations Brazil-Argentina and exudes a previous rivalry partnership from the Brazilian-Argentine Agency for Accounting and Control of Nuclear Materials (ABACC) that had showeda misperception. Subsequently, the study deepens the research on current perceptions, from official sources, military, academic and public opinion in order to ascertain the perception created by the program at Argentina’s State.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00000f/00000f63.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/25954
Aparece nas coleções:Engenharia Naval: Coleção de Teses
Operações Navais: Coleção de Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
00000f63.pdf2,37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.