Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/26721
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributorMaranhão, Eduardo Alves-
dc.contributorSantana, Raquel Cristina de-
dc.contributorBrito, Camila Ferro-
dc.contributorRizzo, Vanessa de Sousa-
dc.contributorPereira, Adriana Paula Macedo Ferreira-
dc.contributorGuerra, Rodrigo Jorge de Alcantara-
dc.date.accessioned2018-02-14T18:29:20Z-
dc.date.available2018-02-14T18:29:20Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://www.redebim.dphdm.mar.mil.br:8080/pergamumweb/vinculos/000012/000012d3.pdf-
dc.identifier.urihttp://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/26721-
dc.descriptionParasitoses intestinais (PIs) são doenças transmitidas geralmente pela ingestão de cistos de protozoários ou ovos de helmintos, e atingem mais de dois bilhões de indivíduos da população mundial. Acometem predominantemente crianças e adolescentes, além de estarem diretamente associadas a fatores geográficos e socioeconômicos. Devido aos altos índices de prevalência constituem um relevante problema de saúde pública, ocorrendo mais frequentemente nos países em desenvolvimento onde o saneamento básico é precário ou até mesmo inexistente. Perante este cenário, este trabalho teve como objetivo analisar a prevalência de PIs em pacientes assistidos pelos postos de atendimento do Sistema de Saúde da Marinha (SSM), situados no Estado do Rio de Janeiro, a fim de conhecer o perfil epidemiológico destas patologias na população estudada. Foi realizado o levantamento de dados contidos no Sistema Complab Advanced, tendo como critério de inclusão pacientes do SSM, que foram atendidos nos postos situados no Estado do Rio de Janeiro e que realizaram exames coproparasitológicos em 2015. A prevalência de PIs foi de 3,8%. Os parasitos mais frequentes foram os protozoários Endolimax nana (59,1%) e a Giardia lamblia (16,6%). Este trabalho se torna relevante por apresentar o perfil epidemiológico dos usuários do SSM, além de reforçar que há uma premente necessidade da melhoria da infraestrutura sanitária do Estado do Rio de Janeiro, visto que os parasitas encontrados estão principalmente relacionados com a questão sanitária. Ressalta também que os hábitos e as características culturais da população são fatores extremamente importantes na prevenção das PIs.pt_BR
dc.description.abstractIntestinal parasitosis (IPs) is a group of diseases that usually occurs via ingestion of protozoan cysts or helminth eggs, affecting more than two billion people worldwide. IPs predominantly affects children and adolescents and is directly associated with geographic and socioeconomic factors. Due to ts high prevalence rates in developing countries, where sanitation is poor or even inexistent, IPs is a global public health issue. Considering this scenario, the present study aimed to analyze the prevalence of IPs in patients assisted by the Brazilian Navy Healthcare System (NHS), placed in the State of Rio de Janeiro, in order to evaluate the epidemiology of IPs within the local population. For that, it was conducted a broad search in data provided by Complab Advanced System, with the inclusion criteria solely patients treated by NHS attended in health posts located in the State of Rio de Janeiro who underwent fecal examinations in 2015. The prevalence of IPs was 3.8% and the most common IPs found were protozoa, Endolimax nana (59.6%) and Giardia lamblia (16.6%). The present work is relevant to present the epidemiological profile of NHS users and to reinforce the need of improvement the sanitary and health infrastructures within the State of Rio de Janeiro, as the parasites found are strictly related to both poor sanitation and healthcare. It also stresses that hygiene and cultural characteristics of the population are extremely important factors on the prevention of IPs.en_US
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherArquivos Brasileiros de Medicina Navalpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMedicina naval - periódicospt_BR
dc.subjectDoenças parasitáriaspt_BR
dc.subjectIntestinos Parasitospt_BR
dc.subjectSaúde públicapt_BR
dc.titlePrevalência de parasitoses intestinais em pacientes atendimentos pelo Sistema de Saúde da Marinha em postos sediados no Estado do Rio de Janeiro, em 2015pt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
Aparece nas coleções:Saúde: Coleção de Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Artigo_Eduardo_etal.pdf478,41 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.