logo-ri

Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil (RI-MB)

Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/26724
Title: O uso de biotraçadores polínicos: novas perspectivas para o desenvolvimento da estratégia de defesa contra ataques por via atmosférica
metadata.dc.contributor: Rodrigues, Luiz Antonio da Costa
Barroso, Shana Priscila Coutinho
Souza, Maria Alice Fusco de
Aguiar, Caroline Corrêa de
Miranda, Bruno de Lima
Authors: Rodrigues, Luiz Antonio da Costa
Barroso, Shana Priscila Coutinho
Souza, Maria Alice Fusco de
Aguiar, Caroline Corrêa de
Miranda, Bruno de Lima
Keywords: Medicina naval - periódicos
Estratégia Nacional de Defesa
Armas biologicas
Armas químicas
Biotraçadores
Issue Date: 2016
Publisher: Arquivos Brasileiros de Medicina Naval
Description: A função constitucional das Forças Armadas é a defesa da Pátria. A monitorização de riscos e possíveis agravos à soberania nacional diante dos modernos e versáteis cenáros de combate existentes no mundo demandam adequação e constante evolução de recursos e meios disponíveis. Neste aspecto a identificação de contaminantes biológicos e químicos na atmosfera, entre outras formas de ofensiva representam desafios. A magnitude de um ataque desta natureza pode ser detectada e prevista através da identificação de biotraçadores atmosféricos, tais como o pólen e esporos. A utlização de biotraçadores para identificação de trajetórias de massas de ar e sua aplicação como estratégia de Defesa ainda é escassa e o domínio de tais técnicas pode representar avanço tecnológico e científico. Atualmente pesquisas realizadas no Continente Antártico por Instituições de Ensino e Pesquisa nacionais demonstraram o potencial inexplorado desta região para o estudo de biotraçadores. A Marinha do Brasil tem condições que permitem o desenvolvimento de pesquisas sobre o uso de biomarcadores no âmbito da Defesa.
Abstract: The constitutional function of the Armed Forces is to ensure the territorial security. To achieve this goal, one way is the monitoring of risks to national sovereignty in face of the modern combat scenarios more versatile and dynamic every day. The emission of biological and chemical contaminants in the atmosphere, among others forms of offensive. The predicted size of an attack of this nature can be carried out by the identification of biomarkers such as pollen and spores. These biomarkers may be used as a tool for analyzing the air mass trajectory to the geographical point sampled. Previous studies in Antarctica by national educational and research institutions demonstrated the untapped potential of this region for the study of as a defense strategy. The Brazilian Navy has conditions that allow the development of research on the use of biomarkers within the Defense scope.
Access: Open access
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br:8080/pergamumweb/vinculos/000013/000013f2.pdf
http://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/26724
Type: Journal article
Appears in Collections:Saúde: Coleção de Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000013f2.pdf677,62 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.