logo-ri

Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil (RI-MB)

Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/451698
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorDavid Filho, Daniel Pereira Orientador-
dc.contributor.advisorDavid Filho, Daniel Pereirapt_BR
dc.contributor.authorSobreira, Marcos Ulisses Diniz-
dc.date.accessioned2018-07-04T18:29:35Z-
dc.date.available2018-07-04T18:29:35Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.urihttp://www.redebim.dphdm.mar.mil.br:8080/pergamumweb/vinculos/000017/00001702.pdf-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/451698-
dc.descriptionEGN:Orientador : Daniel P. David Filhoen_US
dc.descriptionTese apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para a conclusão do Curso de Política e Estratégia Marítimasen_US
dc.descriptionInclui bibliografiasen_US
dc.descriptionO presente trabalho trata de uma avaliação sobre a viabilidade da aplicação, na Marinha do Brasil (MB) e nas demais Forças Armadas (FA) brasileiras, dos procedimentos e organização ado tados pelas (FA) norte - americana s, durante as terceirizações realizadas na função logística transporte nas Guerras do Golfo de 1991 e 2003. A ampla aplicação de empresas de transporte, nos Estados Unidos da América (EUA) e no Oriente Médio, foram vitais para possibilitar a continuidade d o conflito, pois atendia as demandas na linha de frente do Teatro de Operações (TO). A grande presença de civis nas áreas de conflito recrudesceu a discussão jurídica sobre a presença de não combatentes, atuando para as FA, em áreas próximas as zonas de co mbate. Como foi observado pelos militares norte - americanos, a terceirização militar, em especial na área de transporte, é muito importante, mas não pode ser considerada como uma panaceia para solução de todas as deficiências logísticas, pois, na situação r eal, foram observados uma gama de deficiências, que poderiam comprometer a confiança e liderança dos Comandantes, até, em situação extrema, um planejamento ou uma missão operativa. A MB e as demais FA poderiam utilizar esse s ensinamentos nos transportes de materiais, equipamentos e pessoal para os rincões mais afastados do Brasil, pois tem a obrigação de estar preparadas para operar, em caso de conflito, em qualquer ponto d esse país continental. Entretanto, temos que estudar a infraestrutura e capacidades i nstaladas, de modo a verificarmos as vulnerabilidades e limitações dos nossos mei os orgânicos e de empresas passí veis de terceirização, para atendimento das necessidades do TO. O trabalho bus ca analisar o que foi empregado pela mais poderosa FA do mundo, d urante os dois conflitos do Oriente Médio e sugerir medidas a serem adotadas pela MB, de modo a mitigar as dificuldades que serão encontradas na terceirização dos transportes, em caso de conflito no Brasil, principalmente nas regiões com menor capacidade i ndustrial.en_US
dc.description.abstractThe present work deals with an appreciation on the feasibility , the Navy of Brazil (MB) and in the other Brazilian Armed Forces (AF), procedures and organization adopted by (AF) US during the outsourcing held in the logistic function transportation in the 1991 Gulf War and 2003. The wide application of transport companies in the United States of America (USA) and the Middle East, were vital to provide continuity of the conflict since met the demands in the forefront of the theater of operations (TO). The large presence of civilians in areas of conflict intensified legal discussion about the presence of non - com batants, acting for AF, in areas near the fighting areas. As noted by the US military, the military outsourcing, particularly in the transport area, it is very important, but cannot be considered a panacea to solve all the logistical shortcomings, because in the real situation, we observed a range deficiencies, which could undermine confidence and leadership of commanders, even in an extreme situation, a plan or an operational mission. The MB and the other FA could use these teachings in the transport of ma terials, equipment and personnel to the most distant corners of Brazil, it has the obligation to be prepared to operate in the event of conflict, at any point of this continental country. However, we have to study the infrastructure and installed capacity, in order to verify the vulnerabilities and limitations of our organic means and insusceptible outsourcing companies, to meet the needs of the TO. The work seeks to analyze what was used by the most powerful FA in the world during the two Middle East confl ict and to suggest measures to be adopted by the MB in order to mitigate the difficulties that will be encountered in outsourcing of transport, in case of conflict in Brazil, especially in regions with lower industrial capacity.-
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectLogísticapt_BR
dc.subjectLogística Militarpt_BR
dc.subjectLogística Navalpt_BR
dc.subjectLogística militar transporte marítimopt_BR
dc.subjectGolfo Pérsico, Guerra do, 1991 Marinha do Brasilpt_BR
dc.titleTerceirização do apoio logístico: A terceirização da função logística transporte realizada pelos EUA durante as Guerras do Golfo: os procedimentos e ensinamentos são passíveis de adoção pela Marinha do Brasil e pelas demais Forças Armadaspt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
Appears in Collections:Defesa Nacional: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
00001702.pdf1,25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.