Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843229
Título: A verdade vertente diplomática do poder naval: o caso da missão naval junto a Cabo Verde
Orientador(es): Mattos, Leonardo Faria de Orientador
Autor(es): Dias, Marcelo Guimarães
Palavras-chave: T18 - RELAÇÕES INTERNACIONAIS (DGPM-305)
Diplomacia naval Brasil Cabo Verde
Data do documento: 2014
Editor: Rio de Janeiro:EGN,
Descrição: Monografia apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para conclusão do Curso de Política e Estratégia Marítimas.
Inclui bibliografias. Considerando as diretrizes estabelecidas na Política Nacional de Defesa (PND) em relação à maior projeção internacional do Brasil, o presente trabalho identifica o potencial do Poder Naval em contribuir para a implementação da Política Externa brasileira. Preliminarmente, são pesquisadas as circunstâncias que motivaram o governo brasi leiro a definir a aproximação com o continente africano. Adicionalmente, é efetuado um levantamento sobre a presença de forças de segurança na região para expor que, apesar de ter características e histórico de uma área pacífica, o Atlântico Sul atrai cada vez mais a presença de atores extrarregionais devido a três principais motivos: valorização do seu potencial energético; o surgimento promissor do continente africano como uma “nova fronteira” a ser explorada; e a possibilidade crescente da Rota do Cabo v iabilizar uma alternativa para as Linhas de Comunicação Marítimas (LCM) que cruzam a conturbada região do Canal de Suez. Por certo que a presença de potências externas ao Atlântico Sul não se coaduna com os interesses brasileiros. Assim, considerando que m edidas diplomáticas, acordos e pronunciamentos são providências necessárias, mas não suficientes, esta monografia faz proposições sobre as contribuições que podem ser conferidas pela Marinha do Brasil, mediante a escolha de ações dotadas de “materialidade” visando: ao exercício dos direitos de soberania no mar; construção de um ambiente seguro e estável; e à garantia da capacidade de defesa dos interesses nacionais na região. Recorrendo à Diplomacia Naval e diante das diversas oportunidades de cooperação co m marinhas de países africanos, o caso particular de Cabo Verde é analisado sob o prisma das motivações que justificam sua escolha pelo governo brasileiro, nos relacionamentos de cooperação naval estabelecidos pela MB, tendo em vista as implicações geopolí ticas e as perspectivas positivas para aproveitamento em prol da Estratégia Marítima Brasileira.
Abstract: Considering the strategic guidelines issued by the National Defense Policy (NDP) in regarding to a greater international projection of Brazil, this study identifies the potential of Naval Power in contributing to the implementation of the Brazilian Foreign Policy. Preliminarily, are researched the circumstances that led the Brazilian government to establish closer ties with African countries. Additionally, a survey is conducted on the presence of security forces in the region to expose that, despite of the history and peacefull features of this area, the South Atlantic is increasingly attracting the presence of extra - regional actors due to three main reasons: valuation of its energy potential; the promising emergence of Africa as a "new frontier" to be explo ited; and the increasing possibility of The Cape Town becomes a viable alternative to the sea lines of communication that cross the troubled Suez Canal. Certainly the presence of external powers in the South Atlantic does not match with Brazilian interes ts. Thus, considering that diplomatic measures, agreements and pronouncements are necessary, but not enough, this monograph makes propositions about the contributions that can be conferred by the Brazilian Navy (BN), with actions with more "materiality": t he exercise of sovereign rights in sea; building a stable and secure environment; and to ensure the ability to defend national interests in the region. Using the Naval Diplomacy and due to recurring cooperation opportunities with navies of African countrie s, particularly the case of Cape Verde is analyzed through the prism of the motivations that justify its choice by the Brazilian government as a preferred partnership to naval cooperation initiative set by the BN, taking in view of the geopolitical implica tions and the positive outlook for utilization in favor of the Brazilian Maritime Strategy.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000003/0000039f.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843229
Aparece nas coleções:Defesa Nacional: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
0000039f.pdf8,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.