Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843563
Título: A geopolítica brasileira para a antártica:a importância da meteorologia antártica para a segurança do Brasil
Orientador(es): Mattos, Leonardo Faria de Orientador
Autor(es): Carvalho, Daniel Peixoto de
Palavras-chave: 355
T8 - ESTRATÉGIA, ESTRATÉGIA MARÍTIMA E ESTRATÉGIA NAVAL (DGPM-305)
T10 - GEOPOLÍTICA (DGPM-305)
Meteorologia
Antártica Geopolítica
Data do documento: 2017
Editor: Rio de Janeiro:EGN,
Descrição: Monografia apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para conclusão do Curso Superior - C-SUP.
O texto da Política Nacional de Defesa (PND) , editada em 2012 , inclui a Ant ártica no entorno estratégico do Brasil , mas não especifica os motivos que levaram o país a fazê - lo . E sse posicionamento precisa ser claramente entendido pela Sociedade brasileira e pela comunidade internacional. E stabelecer ligações entre a Meteorologia Antártica e a segurança do Brasil contribui para o desenvolvimento das razões que levaram à inclusão da Antártica no entorno estratégico . Intuitivamente , se infere que exista m tais ligações pela proximidade bras ileira com o continente austral e pelos fenôm enos meteorológicos que ocorrem durante a passagem de massas de ar polar pelo país e que causam prejuízos frequentemente divulgados . Esses prejuízos ameaçam a segurança do Brasil em pelo men os dois campos definidos na PND : o econômico e o ambiental. Com ba se nessa observação , se procedeu a mpla p esquisa bibliog ráfica e entrevista s com personalidades experientes em Meteorologia Antártica e influente s na Geopolítica b rasileira e global para Antártica . A pesquisa começou pel a verificação das pr e ocupações que le varam os brasileiros a se importarem com a Antártica a fim de levantar quais estavam ligadas à Meteorologia . A exploração dos recursos naturais e as demandas territorialistas na região antártica foram preocupações primordiais para o Brasil lançar - se ao sex to continente, mas estão fora da pauta desde a década de 1990 . Examinou - se assim as dimensões ambiental e científica proeminentes na atualidade . A pesquisa antártica é estrutura da pelo governo brasileiro nessas duas dimensões por meio d o Plano de Ação 2013 - 2022: Ciência Antártica para o Brasil . Os programas temáticos do plano de ação nortearam a escolha dos aspectos que sofrem influência s das condições meteorológicas antárticas, quais sejam a pesca, a defesa civil, o agronegócio e a Amazônia . As influências nesses aspectos se dividem entre os campos econômico e ambiental, ocorrem tanto na região costeira, quanto no interior do país , e são categorizados de acord o com os prejuízos provocados e com as influências nas médias climáticas brasileiras hoje existente s ou que possam vir a estabelecer no longo prazo . A pesquisa mostrou que a abrangência mais ampla do conceito de segurança estabelecida na PND de 2012 se mostrou particularmente adequada ao continente austral porque as dimensões ambiental e científica dos assuntos antárticos podem ser consideradas mais relevantes atualmente que a dimensão econômico - territorial , ainda que não se possa considerar ques estas estejam definitivamente superadas . A Meteorologia Antártica é especialmente importante nesse contexto p orque apresenta influências importantes em aspectos do ambiente brasileiro que justificam plenamente a inclusão da Antártica no entorno estratégico do Brasil.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00001b/00001b9c.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843563
Aparece nas coleções:Defesa Nacional: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
00001b9c.pdf2,84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.