Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844164
Título: Estudo da qualidade de pinos de titânico para implantes odontológicos utilizando a fluorescência de raios X por dispersão de energia
Título(s) alternativo(s): Study of the quality of titanium pins for dental implants usíng energy díspersíve x-ray fluorescence (ed-xrf)
Orientador(es): Severo, Gabriel G.
Comunian, Claudio R.
Oliveira, Arno H. de
Palavras-chave: Q - SAÚDE (DGPM-305)
Q9 - ODONTOLOGIA (DGPM-305)
Implante dentário
Impureza
Osseointegração
Data do documento: 2016
Editor: Revista Naval de Odontologia
Descrição: A utilização de biomateriais é bastante comum em cirurgias de implantes odontológicos visando a recuperação da estética e função da região afetada. Para o sucesso dos implantes, utilizando um biomaterial, o mesmo deve possuir boa resistência ao desgaste e à corrosão no meío corpóreo e não apresentar toxicidade. No corpo humano a degeneração óssea, bem como o desgaste ou corrosão dos implantes, frequentemente trazem complicações clínicas. O objetivo principal deste trabalho é utilizar a fluorescência de raios X por energia dispersiva (ED-XRF), para analisar a pureza dos pinos de titânio utilizados como implantes odontológicos que não sofreram osseointegração, estabelecendo uma relação entre as impurezas encontradas na composição dos ímplantes e a resposta biológica adversa. Este sístema consiste de um tubo de raios X aa marca Moxtek e um detector semicondutor SR-?OOCR da marca Amptek. Os resultados das análises dos pinos, de diversos fabricantes nacionais, coletados em diferentes cursos e clínicas odontológicas, mostraram que os pinos possuem grande pureza em Ti (99%), os elementos considerados como impurezas (Ca, Cí, Fe, Ni e W) foram evidenciadas em nível de traços (< 1%) e que a grande evolução tecnológíca das empresas nacionaís na fabrícação destes pinos permite colocar no mercado produtos de qualidade e enorme pureza. Pode-se concluir que a não osseointegração dos implantes, não pode ser atribuída à impureza dos pinos de titânio, mas a outros fatores, como: higiene do campo cirúrgico inadequada, sobrecarga de força sobre o implante, infecção ao redor do mesmo, fixação insatisfatória na instalação e técnica cirúrgica inadequada.
Abstract: The use of biomaterials is very common for dental implant svrgery in order to recover the aesthetics and function of the affected area. For the success ofthe implant using a biomaterial,it must have good resistance to wear and corrosion in the body environment and does not present toxicity. In the human body the bone degeneration, as well as the wear or corrosion ofthe implants, often leads to clinical complications. The aim of this study is to use the Energy Dispersive X-ray Fluorescence (ED-XRF) technique to analyse the purity of the titanium pins used in dental implants that did not undergo osseointegration, establishing a relationship between the composition of the impurities found in implants and adverse biological response. This system consists of an X-ray tube of Moxtek brand and a semiconductor detector SR-?OOCR of Amptek brand. The results of the analyzes of the pins, from various manufacturers, collected in different courses and dental clinics, showed that the pins have high purity Ti (99%) and the elements considered as impurities (Ca, Cí, Fe, Ni and W) were evidenced in trace level (4%) and the majortechnological developments in national companies in the manufacture of pins allows the production of high quality and purity pins. The results also supported the conclusion that no osseointegration of theimplants, cannot be attributed toimpurity oftitanium pins, but other factors, such as: inadequate hygiene of the surgical site, overloading, infection around the implant, instability at installation time,inadequate surgical technique. Key-words: Dental Implants, Impurity, Osseointegration, Analysis by ED- XRF.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00001c/00001c83.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844164
Aparece nas coleções:Saúde: Coleção de Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
00001c83.pdf3,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.