Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844170
Título: Hipomineralização de molares e incisivos: uma revisão de literatura
Título(s) alternativo(s): Molar-incisor hypomineralization: a literature review
Orientador(es): Neves, Aline Borburema
Soares, Daniella Varela
Soviero, Vera Mendes
Palavras-chave: Q - SAÚDE (DGPM-305)
Q9 - ODONTOLOGIA (DGPM-305)
Data do documento: 2016
Editor: Revista Naval de Odontologia
Descrição: A Hipomineralização de Molares e Incisivos é descrita como a presença de opacidades demarcadas branco-creme ou amarelo-amarronzadas nos primeiros molares permanentes, frequentemente associada aos incisivos permanentes. Já a presença nos segundos molares decíduos denomina-se Hipomineralização de Molares Decíduos. O esmalte hipomineralizado é frágil e pode quebrar, predispondo à cárie. O objetivo do presente artigo é realizar uma revisão de literatura sobre a Hipomineralização de Molares e Incisivos, abordando suas características clínicas e microestruturais, prevalência, fatores etiológicos e implicações clínicas. Foi realizada busca na base de dados PubMed, com foco nas publicações a partir de 2001. Esta condição é relativamente frequente em todo mundo, com prevalência variando de 10 a 25%. Problemas perinatais, doenças e uso de antibióticos nos primeiros anos de vida tem sido relatados como possíveis fatores causais, embora sua etiologia ainda seja incerta. A presença de hipomineralização nos molares decíduos é considerada umimportante fator preditor para presença nos permanentes Histologicamente, o esmalte é altamente poroso e os prismas são desorganizados, com valores de microdureza significativamente mais baixos que o esmalte normal. O tratamento restavraóor é usualmente mais complexo, pois as fraturas de esmalte podem ser extensas, resultando em restaurações atípicas. Dentes hipomineralizados podem dificultar a obtenção de anestesia local devido à hipersensibilidade. Com base na presente revisão, concluiu-se que a hipomineralização representa um desafio para a prática clínica. Os dentistas devem estar conscientes sobre as implicações clínicas relacionadas à Hipomineralização de molares e incisivos, de modo a oferecer o tratamento preventivo e restaurador apropriado aos pacientes.
Abstract: Molar-íncisor-hypomineralization is descríbed as the presence of demarcated opacities varying in color from creamy-whitish to yellow-brownish affecting first permanent molars often combined to permanent incisors also affected. When primary molars are affected, it is called Deciduous Molar hypomineralization. The hypomineralized enamel is fragile and might break predisposing to caries. The aim of the present paper was to review the literature about Molar-incisor-hypomineralization regarding its clinical and microstructure features, prevalence, etiological factors and clinical implications A search on PubMed database was done focused in publícatíons from 2001 on. That condítion ís relatively frequent worldwide with prevalence between 10 and 25% being reported in several countries. Perinatal problems, r:Mseases and antibiotics intake in the first years of life have been reported as possible causative factors, although íts etiology is stíll unclear. The presence of hypomineralization in primary molars has been considered an important predictor for the presence in permanent. Histologically, the enamel is highly porous, the prisms are disorganized and significant lower hardness values are observed in comparison to normal enamel. Restorative treatment of hypomineralized teeth is usually more complex because the enamel breakdown míght be extensive resulting in atypical restorations. Hypomineralized teeth can frequently be difficult to anesthetize due to hypersensitivity. Based on present review it was possible to conclude that hypomineralization represents a challenge to the clirícal pradice. Dental clinicians should be aware of all the clinical implications related to Molar-incisor hypomineralization in order to provide appropriate preventive and restorative treatment to the patients.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00001c/00001c88.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844170
Aparece nas coleções:Saúde: Coleção de Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
00001c88.pdf3,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.