Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844208
Título: Tratamento de superfície das cerâmicas de dissilicato de lítio para a cimentação resinosa
Orientador(es): Tetzner, Enzo
Santos, Paulo Henrique dos
Goulart, Marco Aurélio
Farias, Lidiane Thomaz Coelho de
Palavras-chave: Q - SAÚDE (DGPM-305)
Q9 - ODONTOLOGIA (DGPM-305)
Materiais dentários
Cerâmicas
Cimentos Dentários
Data do documento: 2014
Editor: Revista Naval de Odontologia
Descrição: A utilização de cerâmicas puras na confecção de próteses e restaurações indiretas tem sido largamente difundida na prática odontológica, principalmente em substituição às consagradas coroas metalocerâmicas, pois é uma excelente opção quando se busca estática em restaurações protéticas. Inseridos nesse contexto, estão os sistemas cerâmicos com maior quantidade de sílica em sua composição, como as cerâmicas feldspáticas e os vidro-cerâmicos, nos quais se priorizou a estética e a capacidade adesiva quando sistemas adesivos e cimentos resinosos são utilizados. Estes materiais, entretanto, são menos resistentes mecanicamente em comparação aos sistemas cerâmicos ricos em alumina e zircônia. Dentre as cerâmicas ricas em sílica, está o vidro-cerâmico reforçado por partículas de dissilicato de lítio que proporcionam melhores propriedades mecânicas ao material, possibilitando conciliar excelente estética e alta resistência. Entretanto, há falta de consenso na postulação de indicações das técnicas de tratamento de superfície deste material para uma adequada utilização do agente cimentante. Diante disto, o propósito deste trabalho foi realizar uma revisão de literatura sobre o efeito de diversos tratamentos de superfície das cerâmicas de dissilicato de lítio sobre a resistência de união promovida pela cimentação resinosa. A discussão do presente trabalho possibilita concluir que os procedimentos fundamentais para o adequado tratamento de superfície são o condicionamento com ácido hidrofluorídrico, seguido de lavagem e secagem, e a posterior aplicação de silano, seguido de secagem, sem a necessidade de outros procedimentos adicionais. Também se infere que ainda persiste a falta de consenso sobre o tempo adequado do condicionamento ácido da superfície das cerâmicas de dissilicato de lítio.
Abstract: The use of pure ceramics in prostheses and inderec trestorations has been widespread in dental practice, mainly replacing the consecrated metal- ceramics crowns and it is an excellent choice when seeking aesthetic prosthetics. Inserted in this context are the ceramic and glass ceramic, in which priority aesthetic and adhesiveness in the developement of the materail, allowing high values of bond retention system when adhesives and resin cements are used. These materials, however, are less mechanically resistant compared to ceramic systems rich in alumina and zirconia. Among the ceramics rich in silica, is the glass ceramic rich in silica, is the glass ceramic reinforced with particles of lithium disilicate which provide improved mechanical properties to the material, making it possible to reconcile excellent esthetics and high strengt. However, there is no consensus on the postulation of indications of surface treatment techniques of this material for proper use of the cementing agent. Therefore, the purpose of this paper is to review the literature on the effect of various surface treatments of ceramic lithium disilicate on the bond strength of resin promoted by cementation. The discussion of this study makes it possible to conclude that the basic procedures for the surface treatment are etching with hydrofluoric acid, followed by washing and drying and subsequent application of silane, followed by drying without the need for additional procedures. Also infers that there is still a lack of consensus about appropriate time of etching the surface of the ceramic lithium disilicate.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00001c/00001ccc.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844208
Aparece nas coleções:Saúde: Coleção de Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
00001ccc.pdf4,12 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.