Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844241
Título: Avaliação in vitro da capacidade de redução de carga microbiana e níveis de endotoxinas de canais radiculares contaminados utilizando limas rotatórias RaCe®
Orientador(es): Martinho, Frederico Canato
Marinho, Ariane Cássia Salustiano
Autor(es): Oliveira, Anna Beatriz Mourão
Palavras-chave: Q - SAÚDE (DGPM-305)
Q9 - ODONTOLOGIA (DGPM-305)
Endodontia
Canal radicular
Escherichia coli
Endotoxinas
Instrumentação
Data do documento: 2013
Editor: Odontoclínica Central da Marinha (OCM)
Descrição: O tratamento endodôntico do sistema de canais radiculares visa eliminar microrganismos causadores da doença pulpar e perirradicular, e também suas endotoxinas, que são capazes de manter a resposta inflamatória e estão fortemente associadas à sintomatologia clínica. Os instrumentos rotatórios têm sido associados a um preparo mais rápido, seguro e eficaz, mas ainda se questiona sobre sua real capacidade de eliminar essas bactérias e seus subprodutos. Assim, o objetivo deste trabalho foi investigar a contaminação por Escherichia coli e a presença de endotoxinas nos espécimes pesquisados, e avaliar, in vitro, a redução da carga microbiana e dos níveis de endotoxina de canais radiculares contaminados utilizando sequência de limas rotatórias do sistema RaCe® (FKG Dentaire, La Chaux-de-Fonds, Suíça). Foram utilizados 10 pré-molares inferiores permanentes humanos, com ápices fechados e raízes retas, que foram seccionados e tiveram padronização de suas raízes em 15 mm e de seus forames apicais com uma lima tipo K #20. Após remoção da smear layer e esterilização, as amostras foram colocadas em meio de cultura Luria Bertani (LB) broth, contaminadas com Escherichia coli (ATCC 25922), e mantidas em estufa a 37 ºC por 21 dias, com trocas do meio a cada 2 dias. Após este período, as amostras foram retiradas do LB broth, e foram realizadas 2 coletas iniciais com cones de papel absorventes #20, uma microbiológica e outra de endotoxina. Os canais foram instrumentados com sequência de limas rotatórias RaCe® e irrigados com soro fisiológico 0,9% estéril, a cada troca de lima. Ao final, foram realizadas novas coletas microbiológicas e de endotoxinas. As coletas microbiológicas iniciais (e suas diluições) e finais foram plaqueadas em meio LB ágar e incubadas em estufa por 48 h para a contagem das unidades formadoras de colônia (UFC). As coletas de endotoxina foram diluídas, e as amostras quantificadas pelo método turbidimétrico Pyrogent-5000®, que utiliza a reação de LAL. Escherichia coli foi detectada em 100% dos canais radiculares, com valores compreendidos entre 9 x 106 UFC/mL e 56,7 x 107 UFC/mL, representados pela média de 14,12 x 107 UFC/mL. Endotoxinas foram detectadas em 10/10 dos canais radiculares infectados com valores compreendidos entre 0,96 EU/mL e 2.790 EU/mL, representados pela média de 261,16 EU/mL. Estes resultados foram submetidos à análise estatística pelo teste Shapiro-Wilk e teste T (p ≤ 0,05). A instrumentação utilizada foi capaz de reduzir o conteúdo microbiano (14,12 x 107 UFC/mL X 1,84 x 102 UFC/mL) e endotóxico (261,16 EU/mL X 2,46 EU/mL) em todos os canais radiculares estudados, com diferença estatisticamente significante (p < 0,05). Concluiu-se que a Escherichia coli e as endotoxinas estavam presentes em todas as amostras testadas; e o sistema RaCe® foi capaz de reduzir a carga microbiana e os níveis de endotoxina destas amostras com diferença estatisticamente significante, mas não foi capaz de eliminá-los totalmente.
Monografia (Especialização em Endodontia) – Odontoclínica Central da Marinha.
Abstract: The endodontic treatment of the root canal system aims to eliminate microorganisms that cause the pulp and periradicular disease, and also their endotoxins, which are capable of maintaining the inflammatory response and are strongly associated with clinical symptoms. The rotary instruments have been associated with a faster, safe and effective preparation, but still remains questionable its real ability to eliminate these bacteria and their byproducts. Thus, the aim of this study was to investigate the contamination by Escherichia coli and the presence of endotoxins in the samples researched, and evaluate, in vitro, the reduction of microbial load and endotoxin levels in contaminated root canals using a sequence of rotary files from system RaCe® (FKG Dentaire, La Chaux-de-Fonds, Switzerland). Ten permanent human premolars with closed apex and straight roots were used, which were sectioned and had the standardization of its roots in 15 mm and its apical foramen with a # 20 K file. After smear layer removal and sterilization, the samples were placed in Luria Bertani (LB) broth medium, contaminated with Escherichia coli (ATCC 25922), and maintained in incubator at 37 ºC for 21 days, with changes of medium every 2 days. After this period, samples were removed from LB broth, and 2 initial samples were taken with absorbent paper cones # 20, a microbiologic one and other for endotoxin. The canals were instrumented with a sequence of RaCe® rotary files and irrigated with sterile saline solution 0.9%, at each change of file. At the end, there were new microbiological and endotoxin collects. The initials (and their dilutions) and finals microbiological samples were plated on LB agar medium and incubated for 48 h for counting of colony-forming units (CFU). The samples of endotoxin were diluted and quantified by the turbidimetric method Pyrogent-5000®, which uses the reaction of LAL. Escherichia coli was detected in 100% of root canals, with values between 9 x 106 CFU/mL and 56.7 x 107 CFU/mL, represented by an average of 14.12 x 107 CFU/mL. Endotoxins were detected in 10/10 of the infected root canal with values between 0.96 EU/mL to 2790 EU/mL, represented by an average of 261.16 EU/mL. These results were statistically analyzed by the Shapiro-Wilk test and T-test (p ≤ 0.05). The instrumentation used was capable of reducing the microbial (14.12 x 107 CFU/mL X 1.84 x 102 CFU/mL) and endotoxic content (261.16 EU/mL X 2.46 EU/mL) in all root canals studied, with statistically significant difference (p < 0.05). It was concluded that Escherichia coli and endotoxins were present in all the samples assessed; and system RaCe® was able to reduce the microbial load and endotoxin levels of these samples with statistically significant difference, but was not able to eliminate them completely.
Aparece nas coleções:Saúde: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Cursos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia_Anna Beatriz.pdf2,29 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons