logo-ri

Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil (RI-MB)

Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/845367
Title: Violência simbólica
Other Titles: A luta da mulher mercante na conquista do seu espaço
Authors: Silva, Elisângela Oliveira da
metadata.dc.contributor.advisor: Adler, Cláudia Segadilha
Keywords: Mulher mercante
Violência simbólica
DGPM knowledge areas: Pessoal
Gestão de pessoal civil
Issue Date: 2019
Publisher: Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA)
Description: Padrões e biotipos foram criados ao longo da construção da sociedade, que devem ser seguidos por cada indivíduo, o homem socialmente visto como o sexo mais forte, mais capaz, sempre a frente das mulheres, até mesmo em decisões, na vida como um contexto geral familiar, instituições sociais, sempre a masculinidade tenta se impor sobre a feminilidade. A cultura social, sobrepõe o masculino ao feminino. A presente pesquisa, visa justamente estudar essas categorias de atitudes, que são indiretas, mas existem, e caracterizam, o que se chama de violência simbólica, mais especificamente a bordo das embarcações mercantes, que são muito marcadas por um universomajoritariamentemasculino. As mulheres estão se destacando em todo o mundo. Além de serem inteligentes, corajosas, fortes e sensíveis, mostram-se capazes de exercer qualquer cargo. Toda a pesquisa, se dará através de livros e artigos sobre o tema, visando uma análise objetiva, sobre o que é a violência simbólica e como se manifesta no âmbito das embarcações mercantes. Uma vez que este meio é muito masculinizado, havendo certo preconceito, com a presença feminina e principalmente na conquista de cargos de liderança e de maior patente como Comandante e Chefe de máquinas neste tipo de atividade, enfrentando o desafio de mostrar sua força, ousadia e firmeza na tomada de decisões, o que por si só já gera a violência simbólica. O trabalho de conclusão de curso estrutura-se em três capítulos, apresentando-se no primeiro a violência simbólica e sua definição propriamente dita delimitando a desigualdade de gênero no mercado de trabalho em carreiras com conceitos masculino impostos pela sociedade. No segundo capítulo conduz o tema para o mundo mercante, expondo assunto abordado na indústria marítima, os desafios das mulheres pertencentes ao meio e as características determinantes de um líder, independente de gênero, para alcançar cargos gerenciais com maior nível de liderança e responsabilidade. O terceiro capítulo caracteriza o estudo qualitativo interpretativo básico, com entrevistas e depoimentos de casos de violência simbólica a bordo dos navios.
Abstract: Patterns and biotypes were created throughout the building of society, which must be followed by each individual, the man socially seen as the strongest, most capable sex, always ahead of women, even in decisions, in life as a general context family, social institutions, masculinity always tries to impose itself on femininity. Social culture overlaps the masculine with the feminine. The present research aims at precisely studying these categories of attitudes, which are indirect, but they exist, and characterize, what is called symbolic violence, more specifically on board merchant vessels, which are very marked by a male majority universe. Women are standing out all over the world. In addition to being intelligent, courageous, strong and sensitive, they are capable of holding any position. All research will be done through books and articles on the subject, aiming at an objective analysis, about what is symbolic violence and how it manifests itself in the scope of merchant vessels. Since this means is very masculinized, with a certain prejudice, with the feminine presence and mainly in the conquest of positions of leadership and of greater patent like Captain and Chief engineer in this type of activity, facing the challenge to show its strength, daring and firmness in decision-making, which in itself already generates symbolic violence. The work of completing the course is structured in three chapters, presenting in the first the symbolic violence and its definition properly delimiting the gender inequality in the labor market in careers with male concepts imposed by society. In the second chapter, the theme for the merchant world is presented, exposing the subject matter of the maritime industry, the challenges of women belonging to the environment, and the determining characteristics of a gender-neutral leader to achieve managerial positions with a higher level of leadership and responsibility. The third chapter characterizes the basic qualitative interpretative study, with interviews and testimonies of kind of symbolic violence aboard ships.
Access: Open access
URI: http://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/845367
Type: Bachelor thesis
Appears in Collections:Patrimônio Histórico e Cultural: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elisangela Oliveira da Silva - TCC 02.pdf327,93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.