logo-ri

Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil (RI-MB)

Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/845791
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSousa, Marcelo Ribeiro dept_BR
dc.contributor.authorAlves, Igor da Silva-
dc.date.accessioned2023-01-25T17:34:50Z-
dc.date.available2023-01-25T17:34:50Z-
dc.date.issued2021-
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/845791-
dc.descriptionAs minas navais foram amplamente utilizadas em quase todos os principais conflitos marítimos ocorridos a partir do século XX. A crescente ameaça proporcionada pelo seu aperfeiçoamento também foi acompanhada pela evolução da doutrina de Contramedidas de Minagem (CMM), realizadas para reduzir ou, até mesmo, prevenir os danos causados por essas armas. O desenvolvimento de artefatos sofisticados, com capacidade de distinção de alvos, bem como o advento das minas de fundo e dos “contadores de navios”, impôs novos desafios às Operações de CMM e impulsionou a criação de uma nova doutrina: a caça de minas. Diante disso, o propósito desta dissertação é analisar as particularidades da evolução da doutrina de CMM, com foco no advento da caça de minas, utilizando como moldura temporal o período da 1 a Guerra Mundial até os dias de hoje. Tal análise é feita à luz da teoria de Guerra de Minas proposta pelo Capitão de Mar e Guerra Chris O’Flaherty (1969 -), da Marinha Real britânica. O desenho de pesquisa adotado neste trabalho foi o de estudo de caso. A relevância deste estudo se traduz na oportunidade de contribuir para a disseminação de informações relevantes que possam, porventura, ser úteis em uma eventual alteração da doutrina atual da Marinha do Brasil (MB), baseada na varredura de minas, para uma doutrina de CMM compatível com os meios existentes no século XXI. O desenvolvimento deste trabalho busca responder à seguinte questão de pesquisa: Como e por que as Marinhas dos países desenvolvidos alteraram a sua doutrina de CMM, com foco na substituição de Navios- Varredores por Navios de Contramedidas de Minagem (NCMM), com capacidade de Varredura e Caça de Minas? Por fim, conclui-se que a inexistência de CMM adequadas à limpeza das minas de influência e de pressão, dotadas de contadores de navios, associada à percepção de que a técnica de varredura apresenta um alto risco às tripulações envolvidas, foram fatores determinantes para a evolução desta doutrina, sobretudo com o advento da caça de minas.pt_BR
dc.descriptionApresentado à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para a conclusão do Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores (C-EMOS 2021)pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEscola de Guerra Naval (EGN)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectGuerra de minaspt_BR
dc.subjectCaça de minaspt_BR
dc.subjectOperações de contramedidas de minagempt_BR
dc.subjectDoutrinapt_BR
dc.subjectMinas navaispt_BR
dc.titleA evolução da doutrina de contramedidas de minagem: uma análise dos fatores que resultaram no advento da caça de minaspt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.subject.dgpmEstudos de operações militarespt_BR
Appears in Collections:Engenharia Naval: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CEMOS_081_DIS_CC_CA_IGOR ALVES.pdf1,61 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.