logo-ri

Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil (RI-MB)

Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/846182
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAlmeida, Francisco Eduardo Alves dept_BR
dc.contributor.authorAzevedo, Luiz Caludio Peixoto de-
dc.date.accessioned2023-05-29T14:35:49Z-
dc.date.available2023-05-29T14:35:49Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/846182-
dc.descriptionO fundamento clássico das teorias sobre as relações internacionais reside no papel central desempenhado pelo Estado. O sistema internacional é o cenário no qual se desenrola a política externa. Esse modelo, contudo, foi questionado, a partir de posições divergentes, no momento em que se dissolvia o sistema internacional da Guerra Fria. Assim, existe o consenso de que vivemos um período de transição, em um mundo cada vez mais complexo. Diante do período de mudanças da ordem internacional, quando uma nova estabilidade sistêmica ainda não se consolidou, o valor da geopolítica e de suas contribuições para a análise das relações internacionais passou a ser contestado. Nesta monografia, apresentamos e analisamos a influência da geopolítica com as relações internacionais no século XXI, a partir das origens da geopolítica como disciplina e considerando que a Guerra do Iraque compõe o processo histórico que assinala o início desta era. Apresentamos, também, as principais teorias geopolíticas, as quais são analisadas no contexto do conflito no Golfo Pérsico, iniciado em 2003. Por fim, são apresentados comentários sobre a validade das teorias geopolíticas, clássicas e contemporâneas, no mundo hodierno, bem como, uma perspectiva de utilização de seus conceitospt_BR
dc.description.abstractThe international system is the arena in which external politics takes place. The classical model in international relations theories attributes the State a central role. However, this model came to question when the international system started to dissolve in view of the Cold War. There is now overall consensus that we are living at a restless time, when the international system is becoming ever more complex. In this current state of international affairs, with international stability yet to be achieved, the value of geopolitics and its contributions to international relations must be reevaluated. This monograph studies the influence of geopolitics on international relations in the 21st Century. From the origins of geopolitics as a discipline, and considering the Iraq War as the critical historical event that sparked the beginning of a new age, this work presents the main geopolitical theories that emerged from 2003 and analyzes them in the context of the Persian Gulf conflicts. The validity of various, classical and contemporary, geopolitical theories is analyzed in the context of the current state of international affairspt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEscola de Guerra Naval (EGN)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectGeopolíticapt_BR
dc.subjectGuerra do Iraquept_BR
dc.subjectRelações Internaternacionaispt_BR
dc.titleIraque, 2003: Encontro da Geopólitica Clássica com a Geopolítica Conteporâneapt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.subject.dgpmDefesa Nacionalpt_BR
Appears in Collections:Defesa Nacional: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CPEM 2007_AZEVEDO.pdf3,81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.