logo-ri

Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil (RI-MB)

Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/846264
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLima, Carlos Augusto dept_BR
dc.contributor.authorSantos, Marcelo Lobo dos-
dc.date.accessioned2023-07-07T17:24:07Z-
dc.date.available2023-07-07T17:24:07Z-
dc.date.issued2022-
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/846264-
dc.descriptionO objetivo deste trabalho é verificar se é possível substituir o Submarino de Propulsão Nuclear de Ataque pelo Submarino Convencional de Propulsão Diesel-elétrica e ainda assim atingir o efeito desejado nas operações navais, de forma a apurar se o emprego desses submarinos deve ainda ser considerado na estratégia naval contemporânea. A fim de alcançar o propósito, realizou-se o confronto entre o desempenho teórico dos submarinos e o apresentado pelos meios na Guerra das Malvinas (1982) na realização das operações de ataque e antissubmarino e nas tarefas de estabelecer o controle de área marítima e negar o uso do mar. O estudo da performance desses vetores de combate teve como ponto de apoio teórico as estratégias marítimas forjadas ao longo dos anos, com destaque para a concepção de domínio do mar criada pelo Almirante Corbett e a Jeune École, e o conceito de Efeito dentro das operações militares. De posse do embasamento teórico-estratégico e conceitual foi feita a análise do desempenho dos submarinos para cada operação e tarefa estudada a luz de suas características intrínsecas e da doutrina de emprego, visando identificar vantagens e desvantagens, de modo que fossem evidenciados fatores de força e fraqueza de cada submarino. Com o intuito de ratificar a pesquisa ora realizada, e assim conhecer a proficiência de cada meio, foi feita a sua defrontação com a campanha submarina no conflito das Malvinas a fim de identificar e evidenciar os pontos de aderência com a performance teórica e assim validar os resultados depreendidos pela análise. Em que pese a discreta participação dos submarinos argentinos na guerra, após o estudo concluiu-se que é viável substituir o Submarino de Propulsão Nuclear de Ataque pelo Submarino Convencional de Propulsão Diesel-elétrica sem prejuízo ao alcance do efeito desejado, todavia para que esta afirmativa seja válida existem alguns aspectos que devem ser considerados no emprego dessa unidade naval.pt_BR
dc.descriptionApresentado à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para a conclusão do Curso de Estado Maior para Oficiais Superiores (C-EMOS 2022)-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEscola de Guerra Naval (EGN)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectSubmarino de propulsão nuclear de ataquept_BR
dc.subjectSubmarino convencionalpt_BR
dc.subjectOperações de ataquept_BR
dc.subjectOperações antissubmarinopt_BR
dc.titleA nuclearização da arma submarina: uma análise da performance para o alcance do efeito desejadopt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.subject.dgpmSubmarinopt_BR
Appears in Collections:Operações Navais: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CEMOS2022_MARCELO_LOBO.pdf3,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.