logo-ri

Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil (RI-MB)

Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/845517
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMattos, Leonardo Faria dept_BR
dc.contributor.authorCorrêa, Giovani-
dc.date.accessioned2022-10-02T01:05:00Z-
dc.date.available2022-10-02T01:05:00Z-
dc.date.issued2021-
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/845517-
dc.descriptionO Atlântico Sul tem atraído a atenção de potências extrarregionais por suas riquezas naturais, por ser uma rota alternativa ao Canal de Suez e pelas ameaças às atividades relacionadas à Economia Azul, como pirataria e outros crimes transnacionais, mormente no Golfo da Guiné. A crescente presença da China no continente africano, em busca de seus interesses estratégicos, acirra a disputa com os Estados Unidos da América (EUA) pelo estabelecimento de esferas de influência, com potencial de transbordamento das tensões da região do Indo-Pacífico para o espaço marítimo declarado pela Organização das Nações Unidas como a Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZOPACAS). A partir da identificação e análise dos interesses geopolíticos da China e dos EUA na costa oeste africana e de sua correlação com a segurança marítima do Atlântico Sul, serão formuladas as ações de Diplomacia Naval que a Marinha do Brasil (MB) pode desenvolver, de acordo com suas capacidades, para fortalecimento da ZOPACAS como instrumento de cooperação para segurança marítima na costa ocidental da África. A relevância deste trabalho é evidenciada por seus resultados constituírem importantes subsídios para emprego dos meios da MB e formulação de uma futura estratégia marítima para o Atlântico Sulpt_BR
dc.descriptionTrabalho apresentado à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para a conclusão do Curso de Política e Estratégia Marítimas (C-PEM 2021)-
dc.description.abstractThe South Atlantic has attracted the attention of extra-regional powers for its natural resources, for being an alternative route to the Suez Canal and for the threats to activities related to the Blue Economy, such as piracy and other transnational crimes, mainly in the Gulf of Guinea. The growing presence of China on the African continent, in pursuit of its strategic interests, intensifies the dispute with the United States of America for the establishment of spheres of influence, with the potential to spill over tensions from the Indo-Pacific region to the maritime space declared by the United Nations as the Zone of Peace and Cooperation of the South Atlantic (ZOPACAS). From the identification and analysis of the geopolitical interests of China and the US on the West African coast and their relationship with the maritime security of the South Atlantic, this work will establish the Naval Diplomacy actions that the Brazilian Navy (BN) can develop, according to its capacities, to strengthen ZOPACAS as an instrument of cooperation for maritime security on the west coast of Africa. The relevance of this work is evidenced by the fact that its results constitute important subsidies for the employment of Brazilian Navy’s assets and formulation of a future BN maritime strategy for the South Atlanticpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEscola de Guerra Naval (EGN)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectAtlântico Sulpt_BR
dc.subjectEconomia Azulpt_BR
dc.subjectGolfo da Guinépt_BR
dc.subjectEstratégia maritimapt_BR
dc.subjectZona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul - ZOPACASpt_BR
dc.titleA influência dos interesses geopolíticos da China e dos EUA na segurança marítima da Costa Oeste Africana : desafios e oportunidades para a Marinha do Brasilpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.subject.dgpmEstratégia, estratégia marítima e estratégia navalpt_BR
Appears in Collections:Assuntos Marítimos: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
013 CPEM2021_TESEFINAL_CMG GIOVANI CORREA.pdf1,73 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.